Lagos de Montebello, México

No início de agosto, aproveitando meus últimos dias no México em 2009 e para comemorar meu primeiro ano vivendo em terras astecas, fomos para o sul do país para que eu conhecesse os “Lagos de Montebello”.

Para chegar até lá voei da Cidade do México até Tuxtla-Gutierrez, capital do estado de Chiapas. As empresas que fazem a rota são a Mexicana e Interjet. De ônibus a viagem dura cerca de 12 horas e as vezes o preço do avião é o mesmo. De Tuxtla para o sul também é possível ir de ônibus, mas fomos de carro. A estrada é bastante boa e permite parar onde quiser. No caminho, passamos pelo parque do Chiflon, onde fica uma queda d’água muito bonita e fomos fazer uma visita.

Chiflon

Além de caminhar pelo parque, é possível atravessar o vale formado pela cachoeira em tirolesa. Realmente vale a pena.

Adiante, passando a cidade de Comitán, estão os famosos lagos, cujo atrativo são as cores das águas. Cada lago é diferente em função dos minerais no fundo de cada um deles. O conjunto de lagos é enorme e apenas uma pequena parte pode ser acessada de carro – todos os demais devem ser através de trilhas ou pelo meio do mato. Alguns estão em propriedades privadas e a entrada não é permitida.

Parte deles está no México e a outra na Guatemala. Um dos que mais me chamou a atenção é o chamado “Lago Internacional” que é cortado em sua metade justamente pela linha da fronteira. Neste lago é possível cruzar a fronteira como se nada estivesse acontecendo e aproveitamos para passar um tempinho na Guatemala fazendo compras em um mercadinho.

Lago Internacional. A esquerda a Guatemala - a direita o México.

Lago Internacional. A esquerda a Guatemala - a direita o México.

Na beira de alguns dos lagos existem várias pousadas. Difícil foi encontrar uma com água quente. Banheiro no quarto, até tem mas sai bem mais caro.

Lagos de Montebello

É um passeio bonito, mas vale a pena com sol pois as cores se vem muito mais bonitas.

Na volta passamos por uma pirâmide que fica em cima de um morro. Na foto quase não se nota mas é a mancha cinza no meio da vegetação. Para chegar até ela é preciso passar pela plantação de um cara que é conhecido por não gostar muito de receber visitas. Preferimos deixar para outra ocasião.

Pirâmide

Anúncios

2 respostas em “Lagos de Montebello, México

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s