Dormindo em aeroportos

O mochileiro que nunca dormiu em um aeroporto que atire a primeira caixa de plástico de sanduíche.

Em viagens “low cost”, quando o orçamento é limitado (seja por necessidade ou pelo prazer de viajar com pouco) as vezes a gente acaba decidindo dormir no aeroporto aproveitando aquelas conexões esquisitas de vôos que chegam as 21h e saem as 07h do dia seguinte.

Aconteceu comigo há pouco tempo no Aeroporto Sabiha Gökcen, em Istambul.

Para quem vai passar por essa, deixo aqui um site com ótimas dicas que recebi esta semana: www.sleepinginairports.net

Image

Gustav Klimt e o quadro mais caro do mundo

Ontem foi celebrado o 150 aniversário do artista austríaco Gustav Klimt. Conheci a obra deste artista através do meu pai, em uma viagem que fizemos a Nova Iorque há cerca de 2 anos. Tive a oportunidade de visitar com ele e minha mãe a Neue Galerie, discretamente localizada a algumas quadras do famoso Museu Guggenheim.

Image

Klimt é famoso não só por seu estilo mas principalmente por ser o autor do quadro “Retrato de Adele Bloch-Bauer I” vendido por 136 milhões de Dólares em 2006, sendo até este momento o quadro mais caro do mundo. Foi ultrapassado alguns meses depois pelo Número 5 de Pollock, vendido por 140 milhões de dólares e deixando a obra de Klimt em segundo lugar.

Image

Retrato de Adele Bloch-Bauer I

Image

Number 5

Festa da Candelaria

No dia 02 de fevereiro os católicos celebram em vários países latinos, inclusive na Espanha, o dia da Virgen de la Candelaria (Nossa Senhora da Luz). Esta é uma das advocações marianas mais antigas e tem sua origem em uma suposta aparição de Maria na Ilha de Tenerife, Espanha no século XV.

No México apesar da força da Igreja Católica (depois do Brasil é o segundo país no mundo com mais católicos)  a celebração tem uma importante influência das culturas pré-hispânicas pois coincide com o décimo primeiro dia do primeiro mes do antigo calendário Azteca, quando se fertejavam alguns deuses tlaloques.

A tradição é reunir os amigos e familiares para comer tamal e tomar atole, ambos derivados de milho, base da alimentação mexicana.

O tamal é muito parecido com a pamonha. A palavra vem do nahuatl (idioma dos Aztecas) e significa “enrolado”. A massa é feita de farinha de milho e pode ser recheada de carne, queijo ou vegetales (entre eles alguns tipos de pimenta, é claro). Essa massa é envolvida principalmente usando folhas de milho ou de bananeira.

Já o atole é uma bebida cujo nome, também de origem nahuatl, significa aguado (atl é agua e tol é um diminutivo despectivo). O milho é cozido de uma maneira que termina sendo um líquido viscoso. Normalmente é condimentado com chocolate, morango ou baunilha e deve ser servido muito quente.

Ontem tive duas rodadas de tamales. Uma de manhã cedo na empresa em que trabalho (todos pararam de trabalhar pra ir ao refeitório comer tamales) e a noite no Escritório Nacional Escoteiro.

As estatuas de Rapa Nui têm corpo!

A Ilha da Páscoa ou Rapa Nui é sem dúvida um dos lugares que está na minha lista de destinos a conhecer. Sabendo disso, meu pai me mandou um e-mail que me deixou muito surpreso e aumentou a vontade de viajar para este que é um dos pontos mais isolados do planeta.

Localizada no Oceano Pacífico, essa ilha vulcânica foi descoberta pelo navegador holandês Jakob Roggeveen, no domingo de Páscoa no ano de 1722, e mais tarde tornou-se posse do Chile, em 1888. Muitos mistérios cercam a Ilha de Páscoa que é famosa por suas incríveis estátuas chamadas Moais e que estão ao redor de toda a ilha que tem uma área equivalente a 6 vezes a Ilha do Mel, no litoral do Paraná.

A descoberta, não tão nova, mas que aumenta o mistério sobre quem as esculpiu, quem vivia na ilha, como elas foram parar lá é o fato de que as estátuas da Ilha de Páscoa têm corpos! Isso mesmo, as cabeçonas gigantes são estatuas completas cuja maior parte está enterrada e correspondem a corpos e mãos.

Um grupo de pesquisa privado tem escavado recentemente as estátuas da Ilha da Páscoa e está estudando as escrituras nos corpos das mesmas.

A dúvida agora é por que estes gigantes de pedra tiveram seus corpos enterrados? As estatuas sempre foram assim ou com o tempo ficaram desta maneira?

Uma das teorias sobre o desaparecimento dos habitantes originais de Rapa Nui foi a superpopulação que levou a conflitos internos e falta de alimentos. Agora surge outra hipótese: um enorme deslizamento pode ter varrido a ilha e sua civilização. Isso aniquilou a população e fez com que as estatuas ficassem com boa parte do seu corpo sob a terra.

“Perdoar, sim. Esquecer, jamais!”

No dia 27 de janeiro de 1945 as tropas soviéticas libertaram o campo de concentração de Auschwitz, na Polônia. A data marca o fim de um dos episódios mais tenebrosos da história da humanidade, na qual foram cruelmente assassinados 6 milhões de judeus além de eslavos, ciganos, homossexuais, dissidentes políticos, maçons e testemunhas de Jeová.

As  Nações Unidas através de uma resolução declararam o dia 27 de janeiro como Dia Internacional de Lembrança das Vítimas do Holocausto.  A resolução rejeita qualquer questionamento de que o Holocausto realmente ocorreu, enfatiza o dever dos Estados-membros de educar futuras gerações sobre os horrores do genocídio e condena todas as manifestações de intolerância ou violência baseadas em origem étnica ou crença.

Apesar dos anos, a dor de quem perdeu familiares ainda persiste e para que jamais volva a acontecer uma barbárie como esta é importante manter as lembranças deste evento macabro de geração em geração.

Recentemente foi inaugurado o primeiro museu do Holocausto do Brasil, localizado em Curitiba. Para quem quiser conhecer, é preciso agendar a visita. www.museudoholocausto.org.br

Em várias localidades do mundo existem excelentes museus do Holocausto, abertos a todos os que querem conhecer melhor a história e fazer uma homenagem as vítimas.

O mais importante sem dúvida é o Yad Vashem, em Jerusalém. Além de museu, é um instituto que se encarrega de reunir o maior número de informação sobre as vítimas que vivem hoje em diferentes partes do mundo. www.yadvashem.org

Em Washington também existe um museu muito bem montado, com artigos originais doados por familias judias americanas e por outras instituições européias, além de artigos do Yad Vashem.

A visita termina em uma bonita sala construida com pedras levadas de Jerusalém no qual videos de sobreviventes gravados em um projeto realizado por Steven Spielberg na época em que gravou A Lista de Schindler. www.ushmm.org

No México foi inaugurado há um ano e meio o Museu da Memória e da Tolerância. Uma boa parte é dedicada ao Holocausto Judeu, mas o museu também explora outros genocídios igualmente cruéis como o da Guatemala, Cambodia, Iugoslávia, Ruanda e Dafur (Sudão). Ao final, vem a parte da Tolerância que trata desde os Direitos Humanos até questões do dia a dia como o respeito no trânsito e bullyng. www.memoriaytolerancia.org

Popocatépetl

Nestes últimos dias o céu está bastante limpo e com a diminuição da poluição fomos privilegiados na Cidade do México com a vista do Popocatépetl, o vulcão mais importante do país que fica a apenas 55 km da cidade.

Na época pré-hispanica, este que é o segundo ponto mais alto do México, era considerado um lugar sagrado. Seu nome em Nahuatl significa algo como “montanha que solta fumaça” pois está desde aquela época em constante atividade.

Tive a sorte (ainda que com a câmera do celular) de tirar uma fotografia da sua vista desde o Anel Periférico, uma das principais avenidas da cidade.

Na foto vemos não só o Popo, como é carinhosamente chamdo, mas também sua impressionante fumarola.

Dicas de viagem: Tomadas

Uma dica super importante pra quem viaja pra fora do país é levar um multi adaptador de tomadas. Cada vez viajamos com mais aparelhos eletronicos (máquina de fotografia, celular, computador, tablet, MP3 player) e nao podemos ficar sem bateria.

Aconteceu comigo quando fui pra Tunisia há alguns anos. Como o pais foi uma colonia francesa, eles usam um sistema de tomadas que nao é nem o brasileiro nem o americano (bastante comum no Brasil). Foi um sufoco pois fiquei sem bateria pra camara. Por sorte alguns amigos chegaram uns dias depois e pude pedir que me levassem um adaptador.

Estes adaptadores sao vendidos em lojas de eletronicos e em todos os duty frees dos aeroportos. Vale a pena comprar um desses completos que sao como um “canivete suico” e pode ser usado em praticamente todo o mundo.

Feliz Dia Internacional do Voluntário

A todos nós que dedicamos nosso tempo ao próximo, parabéns!

Foro Nacional de Comunicación e Imagen

Participei neste fim de semana do 1o Fórum Nacional de Comunicação e Imagem da Asociación de Scouts de México, que foi realizado no Edificio Tlatelolco, equivalente ao Palácio do Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores).

Participaram Pioneiros, Escotistas e Dirigentes de diferentes partes do país que atuam tanto nos seus Grupos, Distritos e Províncias (Regiões).

Foi uma oportunidade muito interessante para aprender e discutir alguns temas como a marca “Scouts”, o uso das redes sociais no escotismo, patrocínios, protocolo entre outros. Como parte das atividades os participantes fizeram uma rápida atividade de promoção do Escotismo nas ruas ao redor da sede do evento.

Faixas e folhetos foram usados para fazer propaganda do Escotismo na “Alameda”, um dos parques mais simbólicos da Cidade do México.

Além de ter a honra de abrir o evento, dei a primeira palestra que foi sobre a Imagem do Escotismo no nivel mundial e em outros países.

Palavras de boas vindas

Video dos Escoteiros da Austrália que usei na minha apresentação e é um dos meus videos escoteiros favoritos.

JOTA/JOTI 2011 – Mensagem do Secretario Geral da OMME

O Jamboree no Ar e o Jamboree na Internet formam juntos a maior atividade escoteira do mundo, que reúne milhões de participantes sempre no terceiro final de semana de outubro. Nesta mesma data, a cada ano, os escoteiros dos quatro cantos do planeta se encontram através das ondas de rádio e dos bits da internet.

Tradicionalmente o Secretário Geral da Organização Mundial do Movimento Escoteiro dá uma mensagem aos participantes, transmitida através da HB9S, estação radioamadora do Bureau Escoteiro Mundial.

Este ano, o atual Secretário Geral, Luc Panissod, estava participando conosco da 3a reunião ordinária de 2011 do Comitê Escoteiro Interamericano em Porto Espanha, capital de Trinidad e Tobago. Portanto, com o apoio da Trinidad & Tobago Amateur Radio League TTARL, ele pode transmitir sua mensagem utilizando o echo link, uma tecnologia que mistura internet e rádio.

Segue o video com a mensagem completa do nosso Secretario Geral.

Veja o post sobre o JOTA/JOTI 2010 clicando aqui.

 

Os melhores videos mexicanos do YouTube

Cada lugar tem sua subcultura e os vídeos do YouTube que são sucesso em um lugar muitas vezes não são vistos em outros lados. Por isso quero compartilhar com meus amigos brasileiros 5 dos videos de maior sucesso aqui no México nestes últimos anos em que eu estou morando por aqui.

#1  “Yo no choque, me chocaron”

#2 “Tengo Miedo”

#3 “La Caída de Edgar”

#4 “México tiene talento”

e o melhor dos últimos meses:

#5 “El Fuaaaaaaaa”

 

Terremoto de 1985

Hoje foi um dia especial pois marcou o 26o. aniversário do Terremoto de 1985 que destruiu grande parte da Cidade do México e marcou para sempre a história do país. Como é costume nesta data, foram realizados simulados de evacuação dos edifícios e na empresa onde trabalho não foi diferente.

No dia 19 de setembro de 1985 as 7h19min da manhã, um terremoto de 8.1 graus na escala Richter despertou os moradores de uma das maiores cidades do mundo. O terremoto foi oscilatório (movimento horizontal) e trepidatório (movimento vertical) ao mesmo tempo e durou pouco mais  de dois minutos. Diversas réplicas ocorreram sendo a mais forte 36 horas depois, alcançando 7.3 graus.

Área central da Cidade do México destruída. Ao fundo a Torre Latinoamericana, um dos símbolos da cidade, que não sofreu danos no grande terremoto.

A Cidade do México foi construida em parte sobre o Lago de Texcoco, que rodeava a antiga capital Azteca de Tenochtitlán. Esta foi a área mais afetada em função do tipo de solo. um aterro mal consolidado.

Os números variam de 9.500 a 35.000 mortos e cerca de 100 mil edificações danificadas.

Capa da famosa revista TIME

Logo após o sismo, os Escoteiros estavam entre os primeiros que se mobilizaram para socorrer as vítimas.

Encontrei um bonito depoimento de um rapaz que era Pioneiro na época e conta sobre a sua participação naqueles tristes dias de setembro de 1985.

Mapa de Desastres Naturais

Meu tio diz que sou um azarado pois aonde vou, sempre acontece algum fenômeno natural extraordinário.

Não é verdade, só peguei a pandemia de H1N1 e alguns terremotos no México, um tufão seguido de inundações e uma erupção vulcânica nas Filipinas, uma tempestade que quase derrubou meu avião de Curitiba a Guarulhos e só (que eu lembre assim rápido).

Pensando em gente que atrai esse tipo de coisa ou que necessita saber o que está acontecendo em um determinado lugar, foi disponibilizado um site húngaro com um mapa mundial de catástrofes naturais, atualizado praticamente em tempo real.

Clique para entrar no mapa

O vulcão mexicano que aparece no mapa é o Popocatépetl (Popo para os íntimos) fica a 55 km da Cidade do México e é o 2o ponto mais alto do país (5.500 m de altitude). Está em erupção constante. Em raras ocasiões, quando os níveis de poluição baixam, pode ser visto da Cidade. Tive este privilégio em fevereiro de 2010 por alguns dias, depois de anos sem que isso fosse possível.

Popocatépetl visto da Cidade do México. O prédio mais alto na foto é a "Torre Maior", o edificio mais alto do México. (www.flickr.com/photos/erlucho)

85 anos dos “Scouts de México”

Em 26 de agosto de 1926 a Conferência Internacional do Escotismo (atualmente Conferência Mundial) reunida em Kandersteg, Suiça, reconheceu como membro os “Exploradores Nacionales de la República Mexicana”, chamada hoje de Asociación de Scouts de México, A.C.

Apesar da data oficial ser 1926, o Escotismo está presente no México desde 1913-1914 chegando tanto pelos Estados Unidos quanto pela Alemanha e em diferentes zonas do país. Entretanto, sua organização formal foi dificultada pela conturbada situação do país na década de 1910, por um lado pela Revolução Mexicana e por outro pelos  conflitos com os Estados Unidos.

A celebração dos 85 anos da ASMAC ocorreu no Convento Del Carmen com a presença de Pioneiros, Escotistas e Dirigentes, antigos Escoteiros e representantes de organizações que trabalham com os Escoteiros Mexicanos. Dentre elas destaco os Correios do México, que lançaram um novo carimbo comemorativo e a Cruz Vermelha Mexicana que recebeu a Medalha “Carita Sonriente de Oro”, a mais alta condecoração para pessoas ou instituições não escoteiras no México.

Representante dos Correios do México com o Escoteiro Chefe e o Presidente Nacional.

Carita Sonriente de Oro

Detalhe da decoração da sessão solene e coquetel.

Na manhã deste mesmo dia o Conselho Nacional realizou sua 4a sessão ordinária de 2011 e foi a minha primeira participação desde minha eleição em junho. Dentre as diversas decisões foi eleito o novo Presidente da Associação, o Sr. Victor Blake, com mandato até abril de 2013.

Victor Blake renova sua promessa como Presidente da ASMAC junto ao Jefe Scout Nacional, José Adolfo Lopez Sampson Félix

Recebendo do Presidente Nacional o distintivo de Conselheiro Nacional.

Os Scouts de México utilizam um interessante sistema de distintivos para identificar o nivel (local, distrital, provincial ou nacional) e o cargo ocupado. Este é o distintivo de Conselheiro Nacional, usado no ombro esquerdo.

Entre a reunião do Conselho e a Sessão Solene, tivemos a oportunidade de participar de um evento no Parque da Bombilla, no qual inúmeros lobinhos renovaram sua promessa como membros da “Geração de 2019”. Estes são os potenciais participantes do Jamboree Mundial que ocorrerá naquele ano e do qual o México é co-organizador, junto com os Estados Unidos e Canadá.

O Escoteiro Chefe Nacional e os Lobinhos da Geração de 2019.

Lenço do Jamboree Mundial 2019

Uma exposição que eu NÃO recomendo

Decidi “turistear” no Centro Histórico da Cidade do México neste fim de semana. Sem dúvida é um dos lugares mais bonitos da cidade e nos últimos anos vem passando por muitas reformas para torná-lo mais seguro e amigável para os turistas.

Dizem que a Cidade do México é a cidade com mais museus no mundo e eu não duvido que seja verdade. Existem museus de tudo o que se possa imaginar e exposições em cada esquina.

Passando em frente ao “Palacio de Mineria”, um belo edificio construído no início do século XIX para abrigar a Faculdade de Engenharia, vi uma exposição que me pareceu peculiar: “Instrumentos de Tortura e de Pena de Morte”.

A exposição trae diversos artefatos originais dos séculos XVI a XVIII que foram trazidos de diferentes lugares da Europa. A exposição é super pesada pois cada uma das máquinas de tortura traz uma explicação detalhada de como era usada, seus efeitos e muitas ilustrações. Interessante, mas não volto a visitar, nem recomendo.

Se ainda assim você anda pelo México e quer ir sofrer um pouco, a entrada custa 40 Pesos (aprox R$ 6,00) e não são permitidas fotos nem vídeos.

Hydrovac – Aventuras Domésticas

Quase sempre escrevo sobre minhas aventuras pelo mundo, mas muitas aventuras podem acontecer sem sair de casa.

Hoje me dei conta disso. Depois de uns 3 meses viajando ou ocupado nos fins de semana, tirei o sábado para as tarefas do lar. Antes de colocar a segunda leva de roupa pra lavar decidi limpar os filtros da máquina. Tudo limpo, mangueiras reconectadas, fiquei brincando um pouco no iPad… Quando decidi ir até a cozinha comer algo, surpresa!

Havia um lago em toda a cozinha (o apartamento é pequeno, a lava roupa e o varal ficam ao lado do fogão e o tanque está em um “armario”) e em 1/3 da sala. Sua origem, como já podem imaginar, era a máquina de lavar roupa – a mangueira tava mal conectada. O primeiro que fiz foi procurar o ralo e a 2a surpresa: não tem ralo na cozinha do meu apartamento.

Não podia deixar tudo alagado porque demoraria um mês pra secar e certamente neste tempo todo o piso de madeira da sala ia estragar e em algum momento eu precisaria entrar na cozinha. Agi rápido. Peguei um rodo e um pano e meia hora depois e um balde e meio de água tirada do chão, a sala já estava seca e também um pedaço da cozinha. Mas ainda tinha muita, muita água pra tirar e eu já estava bem cansado. A salvação foi quando lembrei que os aspiradores modernos também aspiram água e tive que apelar para o oráculo pra saber como usar o fabuloso aparelho em uma situação como essas. Liguei pro Brasil pra perguntar pra minha Mãe e ela me disse que bastava tirar o saco de papel – voilà, funcionou!

Me sentia como dentista com aqueles aspiradorzinhos de baba tirando toda a água do chão. Outra meia hora depois e tudo estava praticamente como antes.

Por sorte não estragou nada (eu acho).