Lima, Peru

A capital do Peru é uma cidade bastante interessante, a 5a maior da América Latina depois da Cidade do México, São Paulo, Buenos Aires e Rio de Janeiro, com 9 milhoes de habitantes. Foi fundada pelos conquistadores espanhóis na primeira metade do século XVI e foi a capital do Vice-Reino do Peru.

Hoje Lima é um importante centro de negocios e também um Hub para voos entre a América do Sul e a América Central.

Nas minhas andanças (ou “voanças”) pela América Latina, já tinha passado OITO vezes por aqui, mas nunca tinha tido tempo ou coragem de sair do aeroporto pra explorar a cidade.

Desta vez, no meu caminho entre o México e o Brasil, outra vez fiz uma escala na cidade (pela nona vez, agora de 7 horas) e resolvi ver qual era a do lugar.

Consultei dois amigos mexicanos que moraram em Lima e a recomendação foi ir até o distrito de Miraflores e dar uma volta pelo Shopping Larcomar.

Cheguei em Lima e fui pra imigração, o único problema foi que eu estava com dois laptops (o meu e o do trabalho) e isso não é permitido no Peru. O oficial da aduana deve ter ido com a minha cara pois disse que como era minha primeira vez no país e só ia passar um dia, ia me liberar.

Peguei um taxi no ponto do aeroporto (me disseram que é meio perigoso pegar taxis na rua) e o taxista muito gente boa me levou até Miraflores (120 Soles). Quem me conhece sabe que eu praticamente não como peixe ou frutos do mar, mas estando aqui decidi encarar o famoso ceviche. O taxista me deixou em um restaurante na beira mar chamado Francesco, onde também experimentei a Cusqueña, uma boa cerveja local.

Ceviche com choclo (milho) e camote (batata doce).

Depois do almoço fui caminhando pelo calçadão até o Larcomar. Fiquei realmente surpreso com o que vi. O lugar é super bonito e o povo aproveita pra caminhar, fazer diferentes esportes e principalmente andar de skate (nunca vi tanto skatista junto). Fiquei com vontade de encarar um voo de parapente (USD 50) mas não dava tempo.

As famosas falésias de Miraflores

No Larcomar seguindo a recomendação dos meus amigos mexicanos, tomei um sorvete de maracujá no Laritza´s e fiquei pra ver o por do sol no Pacífico. Na volta peguei um taxi em um hotel de luxo pra não arriscar (80 Soles) e senti pelo transito que a capital do Peru realmente é uma grande cidade.

Pra quem quiser visitar o Peru, é importante lembrar que na saída é cobrada uma taxa pelo uso do aeroporto (TUUA) de USD 31 e que os brasileiros não so estão isentos do visto como é possivel entrar apenas com a Carteira de Identidade, desde que emitida ha menos de 10 anos.

Passei uma tarde em Lima. Adicionei mais um país na minha lista de lugares visitados, comprei uma máscara pra minha coleção e fiquei com muita vontade de voltar.

Anúncios